Casa, Para a mamãe

Socooorro, meu supermercado dava uma fortuna!!

Oi meninas, o post de hoje é sobre minhas contas!rsrs Outro dia estava conversando pelo feirasnap (louisesaboia) e falei que meu supermercado estava dando muito, muito, muuuito caro e que tinha tomado algumas medidas para mudar esta situação e reduzir as contas em mais de 1/3. Como era apenas um desabafo, nem tinha pensado em anotar e colocar como um post do blog, mas no meio da “conversa” (monólogo, diga-se de passagem!), fui dar o almoço do Benjamin e muita gente começou a escrever pedindo para eu terminar de contar o que eu havia feito. Falei que ia contar depois e…esqueci!!rsrsrs Mas como parece que vocês não esqueceram e acho justo dividir e deixar registrado essas dicas cazamigas, bora lá saber sobre minhas mudanças.

1)Compras semanais

Minha vida aqui é muito corrida e uma das coisas que fazia para economizar tempo eram as “compras do mês”. Sabe aquela ida de três/quatro horas ao supermercado comprar o grosso? Pois é, aqui eu cortei. O que eu achei que estava economizando, na verdade estava era gastando mais. Constatei que havia desperdício de comida (o que acho imperdoável), muitos produtos abertos de uma só vez, perdendo a noção do que tem e do que não tem.

Passei a ir toda semana ao supermercado comprar o que está faltando. Acabou feijão, açúcar e azeite? Vou lá e compro. Não compro fardos,  pois não tenho onde guardar e nosso consumo é pouco, mas mesmo assim sai mais barato comprar nesses supermercados grandes do que nos perto de casa. Apenas com essa medida acabei diminuindo o desperdício (ainda não zerei pq não depende apenas de mim, mas estou próxima disso) e assumi as rédeas da despensa e do consumo, juntamente com meu esposo. Além disso sempre aproveito essa ida semanal para comprar alguns itens que, mesmo não estando em falta aqui em casa, estão na promoção do dia, não estão próximos do vencimento e certamente serão consumidos (por exemplo, frango, filé de peixe, etc.).

Sabe aquele pensamento “Mas é tão pouca coisa, compra no supermercado do shopping”… É cilada, amiga! Eu fazia isso e nem queira saber quanto eu gastava para você não ficar assustada!!rsrs Apenas para se ter uma noção, a nutella do maridão custa R$ 14,90 neste e R$ 9,90 no outro.

Então, uma vez por semana vou nesses supermercados grandes e faço minhas compras do que está faltando. Agora assim… tem um que não vou nem me pagando, pois aquilo é um inferno na terra!! Vocês sabem qual é, né (chuta aí nos comentários)? Em toda cidade aquele supermercado é lotaaaaado, com filas quilométricas e aí não dá pra mim não, mas se você quer economizar ainda mais, vá nele! Só não esqueça de levar almoço e janta, até conseguir sair dali #boasorte

2) Compre fardo

Como assim, Louise? Você acabou de falar lá em cima que não compra de fardos e agora está dizendo para comprar?!

Calma, amiga! Eu não compro fardos de arroz, feijão, açúcar porque o consumo na minha casa é pequeno. Se eu comprar um fardo de arroz é capaz de durar um ano e corre o risco de dar algum bichinho e vou acabar perdendo dinheiro no lugar de ter economizado. Mas sabe aqueles avisos ” a partir de 6 sai mais barato” que você vê no sabão, detergente, creme de leite? Esses eu compro, na quantidade mínima para obter o desconto!

3) Compre na feira

Gosto muito de comprar orgânicos e uma das coisas que não queria abrir mão era disso, mas queria achar uma solução para não perder a qualidade e poder aliviar o bolso. Foi aí que entrou a feira. Onde moro, uma vez or semana (no domingo) tem feira de orgânicos. Lá tem feira todos os dias, mas no domingo vem bem mais frutas e a parte de orgânicos que não vem na semana. Então nos domingos eu compro os orgânicos e as outras frutas e verduras.

4) Compre no açougue

Compro carne em um açougue de qualidade (e de confiança) e descobri que sai em torno de 20% mais barato que no supermercado que comprava de costume! Além disso, essa compra separada da carne também permitiu um maior controle do desperdício. Como o esforço de conscientização deve ser conjunto, meu esposo tomou para si esta tarefa, e normalmente vai aos sábados, levando uma das crianças. Antes de sair ele sempre verifica o que tem no congelador e até se surpreendeu no começo, quando me disse: “não vou no açougue hoje porque está cheio de carne, peixe e frango, dá pra semana inteira e ainda sobra!”.

5) Não desista

Para mudar de hábitos é difícil, muito difícil. Teve semana que estava muito cansada e acabei não indo à feira, mas sabia que isso acarretaria um valor maior no supermercado.  Então, força na peruca e bora economizar que cebola de R$7,50 o quilo é para CHORAR MESMO!

 

bjoo

Previous Post Next Post

Você pode também gostar...

6 Comentários

  • Responder cinthya 1 de setembro de 2015 at 9:36 pm

    Me diz o nome do açougue d confiança! Moro na mesma cidade q vc!
    Inclusive vi a clhoe hoje com seu marido no São luiz.
    Bjoooooo

    • Responder Louise Sabóia 1 de setembro de 2015 at 11:17 pm

      Hahahaha
      Cinthya, é o Quali carnes na Ailton Gomes. bjoo

  • Responder Alessandra 1 de setembro de 2015 at 10:00 pm

    Gostei bastante, pois vamos mudar de fonte também, sem contar também que nesses outros o estacionamento é de graca

  • Responder Savia 2 de setembro de 2015 at 2:34 am

    Louise eu também fiz alguns cortes no mercado e passei a ir a feira. Aqui próximo a minha casa é dia de 3a e 6a feira. Hj fui e gastei bem menos do que gastaria no supermercado. O consumo na minha casa também é pequeno. Eu marido e 2 crianças.
    Aqui na minha citou já vi cebola de 6 Dilmas… é pra chorar mesmo RS.
    Bjs

  • Responder Amanda 16 de setembro de 2015 at 3:05 pm

    Vou ter q concordar com você q no Atacadão é impossível fazer uma compra dignamente, a gente paga todos os pecados fazendo a feira lá! Excelente ideia a sua de ir a um bom frigorífico, realmente os preços são bem melhores! Tudo é uma questão de hábito, em tempos de crise aos poucos vamos nos adaptando.

  • Responder Nane 17 de setembro de 2015 at 10:38 am

    Louise, tem fila de empresas no atacadão, é super rápida, faz o cadastro da empresa e pronto
    Kkkk

  • Deixe um comentário